Quinta, 06 de Maio de 2021
11985561761
Especial Z&L Especial 30 anos Z&L

30 anos de ‘É o amor’

Três décadas de um sucesso que não sai de moda

19/04/2021 11h03 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Fernanda Brandão
30 anos de ‘É o amor’

 

E quem não se recorda das histórias de seu Francisco e suas fichas no orelhão no interior de Goiás? Lá se foram trinta anos que a música ‘É o amor’ virou sucesso e faz parte da trilha sonora de muita gente, completados e comemorados em 19 de abril de 2021!

Os irmãos Mirosmar e Welson, os nossos Zezé di Camargo e Luciano já nos contaram sua história nas telas dos cinemas, palcos dos teatros, turnês, livro, programas de TV e rádio e até em enredo de escola de samba. São três décadas que os filhos de Francisco cantam e encantam, e a celebração virá em um cruzeiro temático, o navio ZCL.

Além disso, uma série de episódios começaram a ser gravadas para marcar a data. Embora interrompida pela pandemia, muitas cenas já foram registradas e documentadas. Regravações de sucessos como ‘Dois corações e uma história’, com o cantor Thiaguinho, ‘Você não é mais assim’, com Marília Mendonça, e a mais nova releitura de ‘É o amor’, dessa voz com o cantor Luan Santana. A previsão é de estrear em novembro, mesmo mês do cruzeiro temático, que também contará com shows de importantes nomes da música sertaneja!

Ainda em 2021 a plataforma de streaming Netflix anunciou uma série documental estrelada por Zezé di Camargo e sua filha Wanessa. Gravado na fazenda da família em Goiás, os dois conversam e estreitam os laços familiares! 

Abaixo, um super papo que nossa equipe bateu com a dupla, na íntegra: 

 

Das regravações de ‘é o amor’, qual teve maior impacto para a dupla? 

ZC- Todas foram muito especiais. Cada um com sua particularidade, mas por ter sido inspirada em uma canção de Maria Bethânia, ver ela cantar foi muito gratificante, um prêmio. Fora que Bethânia tem uma das mais belas vozes. Eu sou um fã incondicional. 

 

 

Como compositor: Zezé ainda almeja escrever para algum cantor que ainda não gravou algo dele?

ZC- Estou sempre compondo e se tocar em algum artista será sempre uma honra.

 

 

Qual o maior marco nesses 30 anos de trajetória? 

LC- Ter alcançado a marca de 40 milhões de cópias vendidas e ganhar homenagem em todas as artes. Ter um livro, um filme (visto por milhões de pessoas no Brasil e no mundo), um cruzeiro, um musical, bonecos de Olinda, tema de escola de samba no carnaval no RJ, um camarote na Sapucai. Além dos prêmios, Grammys, músicas em novelas e especiais na TV Globo e tantas emissoras. 

 

 

Projeto amigos: como foi essa estouro dos anos 90, retomado agora? 

LC- Foi divertidíssimo juntar os 5 e reviver o que vivemos na década de 90. Relembrando com saudade aquele tempo com o nosso amigo Leandro que deixou um vazio imenso entre nós. 

 

 

Como é para o Zezé ter a oportunidade de estrelar um seriado junto com a filha Wanessa?

ZC- Feliz. Estar com os meus filhos é sempre muito bom. Eu e a Wan fizemos uma turnê “Pai e filha” certa vez e estarmos juntos, novamente, em algo profissional, e maravilhoso. Devemos retomar no ano que vem, já que, por causa da pandemia, foi suspenso.

 

 

Livros, filme, musicais, tema de carnaval... O que mais podemos esperar dessa história linda, com três décadas de sucesso?

LC- Só falta ser pintado pelos Gêmeos, ter um grafite do Kobra e uma obra de arte do Romero Britto(risos) 

 

 

 

Ele1 - Criar site de notícias