Segunda, 17 de Janeiro de 2022
11985561761
Dólar comercial R$ 5,53 0%
Euro R$ 6,31 -0.001%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.052%
Bitcoin R$ 251.464,64 -0.661%
Bovespa 106.966,27 pontos +1.36%
Noticiais Lançamento

Releitura de 'Jeito de Mato' encerra lançamento especial de Júlia & Rafaela

Arranjo com violoncelo e violão dá nova cara ao clássico da carreira de Paula Fernandes; versão das gêmeas chega às plataformas nesta sexta-feira

10/12/2021 13h39
Por: Redação Fonte: assessoria
Foto Divulgação
Foto Divulgação

É com uma introdução de violoncelo e violão e, claro, o dueto sempre impecável, que Júlia & Rafaela deram uma nova cara ao sucesso 'Jeito de Mato', da cantora Paula Fernandes. Versão que chega nesta sexta-feira (10) aos aplicativos de música.

 

A releitura de um dos maiores clássicos do repertório da cantora mineira, autora da música em parceria com Mauricio Santini, e foi lançado originalmente em 2009, num dueto com o violeiro e cantor Almir Sater, encerra a trilogia escolhida pelas jovens de canções que influenciam musicalmente a carreira delas. "Aeee!! Cês vão amar, gente. Cantaram lindamente essa canção que eu amo demais da conta", recomendou Paula nas redes sociais.

 

Buscando expressar da maneira mais pura a relação que Júlia & Rafaela tem pela música, as irmãs de 19 anos se deixaram levar pela arte e a versão tanto de 'Jeito de Mato' quanto das duas releituras anteriores _'Nada Normal' (Victor & Leo) e 'Minha Estrela Perdida' (João Paulo & Daniel)_, foram gravadas sem edição, com as duas vozes, violão e violoncelo no mesmo estúdio. "Foi uma experiência muito importante pra nós duas. Saímos do estúdio muito felizes e empolgadas por termos feito algo tão incrível e que foi gravado em uma única vez", conta Júlia. "A versão que estamos lançando é exatamente o que foi feito no estúdio, então toda vez que ouvimos ainda arrepiamos", completa Rafa.

 

A música que fez nascer a ideia de gravar releituras em uma atmosfera bem intimista e orgânica foi 'Nada Normal', que surpreendeu o time da dupla após ouvir uma guia em voz e violão gravada pelo celular. "A essência musical da Júlia e da Rafaela é muito pura. Elas deixam o simples perfeito, então, trazer alguns sucessos para uma versão sem ensaios, num modo instintivo e o mais natural e sem edição possível foi o modo que pensamos para mostrar que elas são o que há de mais verdadeiro hoje na música", pontua o produtor musical Ricardo Lopes. 

 

Responsável pelo novo arranjo e por tocar violão nas faixas, Ricardo Lopes conta ainda que convidar Rafael Cesário, violoncelista do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, foi tão natural quanto todo o trabalho que tem sido feito com as gêmeas. "Poucos artistas seguram essa proposta."

 

O último lançamento da trilogia também conta com um clipe exclusivo sob direção de Júlio Loureiro, da JL Produções, que segue a linha de manter o ar rústico da fazenda, resgatando a realidade das irmãs que moram no interior do Mato Grosso. O single será disponibilizado nas plataformas de áudio a partir da meia-noite, enquanto o clipe estreia às 11h no canal da dupla no Youtube.

 

Com as três faixas lançadas e aprovadas pelo público da dupla, Júlia & Rafaela agora planejam um álbum completo com novas releituras, que será gravado em breve.

 

Confira no seu app de música preferido: ADA.lnk.to/jeitodemato

Imagens e capa do single em: https://bit.ly/JúliaERafaela2021 - Divulgação/Júlio Loureiro

 

Jeito de Mato – Júlia & Rafaela 

Composição: Paula Fernandes/ Maurício Santini

 

De onde é que vem esses olhos tão tristes?

Vem da campina onde o sol se deita

Do regalo de terra que teu dorso ajeita

E dorme serena, no sereno e sonha

De onde é que salta essa voz tão risonha?

Da chuva que teima, mas o céu rejeita

Do mato, do medo, da perda tristonha

Mas, que o sol resgata, arde e deleita

 

Há uma estrada de pedra que passa na fazenda

É teu destino, é tua senda

Onde nascem tuas canções

As tempestades do tempo que marcam tua história

Fogo que queima na memória

E acende os corações

 

Sim, dos teus pés na terra nascem flores

A tua voz macia aplaca as dores

E espalha cores vivas pelo ar

Sim, dos teus olhos saem cachoeiras

Sete lagoas, mel e brincadeiras

Espumas, ondas, águas do teu mar

Ele1 - Criar site de notícias